80 pessoas já foram presas por fraudes em concursos

Agentes do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) prenderam acusados de participação e benefício em fraude em concurso público para a Polícia Civil (PC), promovido pelo Governo do Estado em operação deflagrada pelo Greco, com participação da Polícia Militar PM), na manhã de terça-feira (09), em Teresina.

A maioria das prisões está sendo feita na zona Leste, onde tem um intenso movimento na área dos condomínios. Os presos na operação estão sendo levados para a Academia de Polícia Civil (Acadepol). O coordenador da Greco, delegado Williame Moraes, afirmou que a Operação Infiltrados foi deflagrada e estão sendo investigados 16 policias civis lotados em Delegacias de Teresina, algumas especializadas e estratégicas e em Delegacias do interior do Piauí.

 (Crédito: Reprodução TV Meio Norte)
(Crédito: Reprodução TV Meio Norte)

Os policiais civis presos são: Cícero Henrique de Sousa Araújo, Maria dos Remédios Alcântara do Santiago, Gean Ribeiro da Costa, Cícero Araújo Mesquita, Paulo Roberto Machado Cerqueira, Thiago da Silva Macedo, Priscila Almeida Lima, Aline de Miranda Carvalho Nóbrega, Anderson Vasconcelos Nascimento, André Luís de Carvalho, José Clodomar Saboia Júnior, Antônio Lopes da Silva Júnior, que está foragido.

Também foram presos Cristian Alcântara Santiago, Joselito Batista Alves, Flávio de Castro Leite, Jardeanny Ernesto da Silva, Paulo Roberto Scartela Muniz, Willames da Silva Alves, Hermeson José da Silva, o advogado Edilberto Carvalho Gomes, e os agentes penitenciários Cristiane Maria Alcântara Santiago e José Vilomar Nunes Pereira.

O delegado Kleidson Ferreira, do Greco, disse que os policiais pagavam R$ 25 mil pelo gabarito das provas.

Ele fala que foram fraudados os concurso de bombeiros, de agentes penitenciários e do Tribunal de Justiça.

O delegado Geral Riedel Batista afirmou que alguns policiais faziam parte do esquema de fraude e cobravam dez vezes o valor do salário e ameaçavam quem devia.

O corregedor geral da Polícia Civil, Adolpho Henrique Soares Cardoso, falou que é lamentável os policias participarem de fraudes, mas que os inquéritos já estão abertos e que serão expulsos.

O delegado Kleidson Ferreira fala que há casos de policias suspeitos em falsificar diplomas. Ele diz que são cerca de 80 pessoas presas por fraudes em concursos públicos.

Riedel Batista que o Piauí exporta essa metodologia de investigação para outros estados, o que resultou em operação na Paraíba.

O delegado Williame Moraes disse que os 16 policiais civis foram aprovados no concurso público fraudado em 2012 e alguns deles foram contratados pelo Governo do Estado no ano passado. “A Operação Inflitrados é desdobramento das investigações de fraudes em concursos públicos feitas pela Greco a partir das denúncias de fraudes no Concurso Público do Tribunal de Justiça do Piauí. Agora está sendo cumprido 13 mandados de prisão contra policiais civis e 10 que não são policiais civis. A gente já sabia dessas fraudes, só estava faltando elementos para prisão. Até o momento 10 pessoas foram presas, a grande maioria são de policiais”, disse.

 (Crédito: Reprodução TV Meio Norte)
(Crédito: Reprodução TV Meio Norte)

Ele falou que porque são companheiros dos outros policiais, os agentes da Polícia Civil  não reagiram às prisões determinadas pelo juiz da Central de Inquéritos do Tribunal de Justiça do Piauí.

Entre os presos estão um professor, um funcionário do Tribunal de Justiça do Maranhão e um acadêmico de medicina.

O delegado Williame Moraes afirmou que a Operação Infiltrados mobilizou 100 homens da Polícia Civil, do Greco, da Gerência de Polícia do Interior (GPI), Delegacia de Prewvenção e Repressão a Entorpecentes (Depre), Gerência de Polícia Metropolitana de Teresina e 6 policiais militares.

 (Crédito: Reprodução TV Meio Norte)
(Crédito: Reprodução)

Secretaria emite nota

A Secretaria de Segurança Pública do Estado do Piauí/PI e a Delegacia Geral da Polícia Civil, através do Grupo de Repressão ao Crime Organizado – GRECO, Corregedoria de Polícia Civil e Diretoria de Inteligência da SSP-PI, comunica que na data de hoje foi deflagrada a OPERAÇÃO INFILTRADOS, que tem por objetivo desarticular uma Organização Criminosa composta em sua maioria por Agentes de Polícia Civil, especializada em fraudes a concursos públicos e outros crimes, cuja atuação culminou em fraude ao concurso público de Agente de Polícia Civil realizado em 2012.

Ao todo foram cumpridos mandados de prisões preventivas, temporárias, conduções coercitivas e buscas e apreensões nas cidades de Teresina, Campo Maior, Pedro II, São Raimundo Nonato, Fortaleza-CE e Araripina-PE. Dentre os presos e investigados encontram-se 16 policiais civis.

 (Crédito: Reprodução TV Meio Norte)
(Crédito: Reprodução TV Meio Norte)

A Operação contou com apoio de cerca de 100 policiais civis do Greco, Corregedoria de Polícia Civil, Diretoria de Inteligência da SSP-PI, Gerência de Polícia do Interior, Metropolitana e Especializada, Unidades de Polícia Civil da Capital e do Interior, além da DRF – Delegacia de Roubos e Furtos da Polícia Civil do Ceará e da 24ª Delegacia Seccional de Araripina-PE. Ressalte-se que foi de fundamental importância para o desenvolvimento desta complexa investigação as informações prestadas pelo Núcleo de Concurso e Promoções de Eventos – NUCEPE/UESPI, bem como a competente atuação da Central de Inquéritos de Teresina, na pessoa do Excelentíssimo Juiz de Direito, Dr. Luiz de Moura Correa e de todos os outros Juízes auxiliares, bem como do Ministério Público do Estado do Piauí, na pessoa da Dra. Luzijones Felipe de Carvalho Façanha.

 (Crédito: Reprodução)
(Crédito: Reprodução)

O Delegado Geral de Polícia Civil, Riedel Batista, o coordenador do GRECO, Willame Moraes e o Corregedor Geral da Polícia Civil, Adopho Cardoso, receberão a imprensa hoje (09-05) às 11h00min na sede da Delegacia Geral de Polícia Civil para fornecer maiores detalhes da Operação.

 (Crédito: Reprodução)
(Crédito: Reprodução)
 (Crédito: Reprodução)
(Crédito: Reprodução)
 (Crédito: Reprodução)
(Crédito: Reprodução)
 (Crédito: Reprodução)
(Crédito: Reprodução)

 

 

Fonte: MN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: