No Twitter, Bolsonaro anuncia que ministro vai a Israel negociar parceria tecnológica para dessalinização de água

Para presidente eleito, técnica pode beneficiar o Nordeste do país, única região em que perdeu nas urnas

 

 

RIO — O presidente eleito, Jair Bolsonaro , anunciou em seus perfis nas redes sociais nesta terça-feira que o futuro ministro de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, visitará em janeiro Israel com o objetivo de estabelecer parcerias com o país na área. O astronauta deve visitar instalações de dessalinização de água. A técnica, segundo o presidente eleito, pode beneficiar o Nordeste.

“Pretendemos ainda em Janeiro construir instalação piloto para retirar água salobra de poço, dessalinizar, armazenar e distribuir para agricultura familiar, estendendo o projeto para mais localidades após testes e ajustes”, escreveu Bolsonaro no Twitter, rede social que tem usado com frequênica mesmo durante o período de descanso na Ilha da Marambaia, área militar na Costa Verde do Rio onde passa o Natal.

Outra proposta anunciada é testar uma tecnologia israelense que produz água a partir da umidade do ar em escolas e hospitais da região. “Poderemos, inclusive, negociar a instalação de fábrica no Nordeste para venda desses equipamentos nosso mercado”, adiantou o presidente eleito.

Última trincheira do PT no país, o Nordeste deverá ganhar atenção especial do presidente eleito, como mostrou O GLOBO em novembro . A região foi a única em que Bolsonaro perdeu para o adversário Fernando Haddad (PT) nas eleições de outubro. O petista registrou 69,7% dos votos válidos no segundo turno. Bolsonaro ficou com 30,3%.

Além da tecnologia de dessalinização de água, está na mira do governo a retomada de obras paralisadas das administrações petistas, como a transposição do Rio São Francisco e a construção de ferrovias, como a Transnordestina.

O presidente eleito participou nesta segunda-feira de uma missa . Imagens de Bolsonaro participando do evento religioso e depois de uma ceia foram divulgadas por sua assessoria de imprensa. Nelas, Bolsonaro aparece cumprimentando militares e também outros presentes.

 

 

 

Fonte: O Globo

%d blogueiros gostam disto: