“A guerra ainda não está vencida”,diz Florentino Neto sobre combate à covid

“Temos que continuar usando a máscara, mantendo o distanciamento, respeitando os protocolos e completar o ciclo vacinal”, declarou

 

 

 

Florentino Neto concedeu entrevista para o Canal Saúde, na Rede MN

Na terça-feira (19), é celebrado o Dia do Piauí e aproveitando a proximidade da data, o secretário estadual de saúde, Florentino Neto, concedeu entrevista para o Canal Saúde na noite de quinta-feira (14). Na oportunidade, o gestor destacou as ações atuais da Sesapi, o combate à pandemia e novos projetos da pasta. 

“Ser secretário de saúde não é algo fácil, em razão de você ter um financiamento que não é suficiente, ter uma disciplina constitucional que garante a todos o direito à saúde, então você tem que conjugar esses direitos e o recursos e ainda em um momento de pandemia, onde tudo foi novo. Onde o inimigo era desconhecido, mas isso só foi possível no Piauí graças a liderança do governador Wellington Dias e graças aos nossos profissionais que não tenho palavras para agradecê-los que nas unidades hospitalares puderam corresponder de forma a garantir a saúde da nossa população, salvando vidas”, declarou.

Florentino Neto revelou a estratégia adotada pela Sesapi para trabalhar durante todo esse período de pandemia.  “O caminho foi da humildade, da transparência com a sociedade divulgando os dados oficiais e reais, de respeito à ciência e se buscar em tempo recorde a disponibilidade das vacinas. Aqueles gestores que reconheceram que a pandemia existia, que tiveram empatia e que reconheceram a ciência como o caminho trilharam um caminho adequado. No Piauí, nós temos o número de mortes que me entristece, mas em razão do trabalho que fizemos nós tivemos um número de óbitos muito menor do que foi previsto inicialmente”, acrescentou.

Durante a entrevista, o gestor da Sesapi fez uma apelo para que a população possa continuar mantendo  e respeitando as medidas sanitárias e possa tomar a vacina.  “A guerra ainda não está vencida, nós já vencemos muitas batalhas durante essa guerra, mas nós temos que continuar usando a máscara, temos que continuar mantendo o distanciamento, respeitando os protocolos, temos que tomar a vacina, temos que completar o ciclo vacinal. Então tudo isso é importante para que nós possamos ganhar essa guerra contra a covid-19”, disse.

O secretário estadual de saúde aproveitou também para expor sua preocupação e atenção  para o aumento no número de óbitos nos últimos dias no Piauí. “Na quarta-feira (13), nós tivemos 7 óbitos, tivemos hoje 8 óbitos e temos visto nesses últimos dias uma elevação nesses números e já estamos com todos os olhares para isso, com toda atenção, sinal amarelo aceso, já temos uma reunião amanhã no COE, tem uma equipe avaliando o que está ocorrendo, de onde estão vindo esses pacientes. Houve um aumento de casos, também estamos olhando para isso, de forma que a gente não pode descuidar nenhum segundo. Temos que continuar respeitando as medidas de prevenção e estimular a vacinação do nosso povo”, destacou.

O secretário aproveitou ainda para deixar uma mensagem para os piauienses pelo Dia do Piauí, celebrado no próximo dia 19 de outubro. “O Dia do Piauí, é um dia de olharmos para trás e vemos tudo que conquistamos, um estado que sofria discriminação, que era lembrado sempre como o Estado mais pobre, hoje é o estado que superou suas dificuldades estruturais, que garante escola nos 224 municípios, é um estado que foi líder nacional no enfrentamento da covid-19 e com tudo isso a gente se alegra e aumenta a nossa responsabilidade no enfrentamento a essa pandemia até ganharmos essa guerra”, finaliza.

 

 

 

 

 

 

 

 

Por: Portal Saúde

 

%d blogueiros gostam disto: