A operação foi feita neste final de semana.

Oito pessoas são presas acusadas de tráfico de drogas sintéticas

A Secretaria de Segurança Pública através da Polícia Civil (DEPRE), com auxílio da Diretoria de Inteligência, desencadeou ao longo dos dias 11, 12, 13 e 14 de outubro deste ano a ‘Operação Andrômeda’ visando desarticular um grupo de pessoas voltadas para a venda de drogas sintéticas em festas raves. A ação coordenada pelo delegado Menandro Pedro, no âmbito de inquérito policial presidido pelo delegado Tales Gomes, resultou na prisão de oito pessoas em flagrante e detenção de dezenas pessoas por porte de drogas sintéticas.

A Operação foi desenvolvida pela DEPRE em parceria com a Polícia Rodoviária Federal que participou de todos os trabalhos, notadamente em abordagens feitas a pessoas que vieram do Pará e Maranhão trazendo drogas sintéticas que seriam vendidas no Festival Andrômeda de música eletrônica.

Os presos foram identificados como: Douglas de Freitas Ferreira, André Felipe Moreira Reis, Lincoln Marcelo Monteiro Ribeiro (Dj), Pedro Henrique Batista Soares (Dj), Iuri Lobão Delgado (Dj e advogado), Samuel Nunes de Sousa, Rodrigo Breuel Machado (Organizador do Festival) e Alex Carvalho Feitosa (Organizador do Evento e da praça de alimentação).

De acordo com o secretário de segurança do Piauí, Fábio Abreu, os policiais iniciaram uma investigação conjunta e a partir daí começaram a fazer prisões. “Algumas drogas foram apreendidas com eles, com djs e outra parte foi feita a apreensão no local, então nós realizamos a operação com apoio da Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Civil que fez a investigação através da Delegacia de Entorpecentes, então todas essas entidades participaram das investigações principalmente na parte de operações, uma vez que se tratava de uma festa em um sítio com uma grande quantidade de pessoas tinha a presença de muitos jovens, uma festa prevista para quatro dias, regada de muita droga sintética, algo que a gente chama atenção para os familiares, os pais, que tenham cuidado para os locais que seus filhos estão indo, porque existe a possibilidade de uma droga que aparentemente não tem risco nenhum mas é muito mais grave do que as que nós estamos fazendo em operações”, afirmou.

Segundo o coordenador da DEPRE, Menandro Pedro, é a maior apreensão feita no Estado do Piauí. “Foram mais de 500 comprimidos de ecstasy, drogas em líquido, todas essas drogas servem para aumentar o libido do homem e da mulher para a prática de sexo, lá foi encontrado muito preservativo já usado, muito pirulito utilizado porque é doce e a droga queima o açúcar do sangue. Nós prendemos todos os principais embora que a gente saiba que a noite o movimento dessas drogas sintéticas é muito grande mas nós resolvemos fazer pela manhã porque nós conseguimos fazer o flagrante em djs que estavam trazendo as drogas para a festa. Temos drogas importadas de Marrocos, toda a maioria vem de outros países, é um trabalho que vai continuar onde nós contamos com auxilio da Polícia Federal. Nós prendemos Djs que vinham de São Luis, Belém, Rio Grande do Norte, advogados, o que a gente lamenta é existiam mulheres grávidas, adolescentes, mulheres com filhos amamentando”, disse.

O Festival Andrômeda foi cancelado pela ação das forças policiais no dia 14/10/2017 em ação que ocorreu no local do evento, localizado no Sítio Betel, Usina Santana, onde foram constatados: Centenas de jovens de todas as classes sociais, notadamente universitários, que fizeram uso de drogas durante o festival; A organização do evento fornecia quartos aos participantes do evento onde ficavam hospedados durante o festival; A droga era vendida livremente no festival; Drogas de todos os tipos foram apreendidas no local, principalmente drogas sintéticas (LSD, LSD em gel, haxixe, Mdma, mdxx, ecstasy, N-BOMe, skank, cocaína, cristal); Drogas foram apreendidas no quarto reservado à organização do evento, bem como na área restrita da praça de alimentação por isso os organizadores foram presos.

 

Fonte: Bom dia Meio Norte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: