Cada vez mais líder: Cássio pega pênalti, e Corinthians bate o Grêmio em “final” na Arena

Com gol de Jadson, Corinthians bate o Tricolor, vice-líder, por 1 a 0, em Porto Alegre, pela 10ª rodada, e abre quatro pontos de vantagem na ponta do Campeonato Brasileiro

RESUMÃO

  • O JOGO
  • CADA VEZ MAIS LÍDERO Corinthians rumou a Porto Alegre para defender a liderança do Brasileirão, neste domingo, em um duelo direto com o vice-líder Grêmio, na Arena, pela 10ª rodada. Ou melhor: num embate pintado como “final antecipada”, com as duas melhores equipes do país medindo força e disputando cada palmo de campo pela vitória. E aí, prevaleceu a frieza cirúrgica de um time que se acostumou a sofrer sem a bola durante 90 minutos para liderar a competição. E como sofreu, o Timão. Com direito a pênalti defendido por Cássio e gol de Jadson, em contra-ataque mortífero, a equipe de Fábio Carille venceu por 1 a 0 e disparou na liderança do Campeonato Brasileiro

    • DESTAQUENA TABELACom a vitória, o Corinthians abre quatro pontos de vantagem e dispara na liderança, com 26 pontos. O Grêmio se mantém vice-líder, com 22, a seis do terceiro, o Palmeiras.
    • DESTAQUEPRÓXIMOS COMPROMISSOSAs duas equipes voltam a campo por competições distintas já na próxima quarta-feira. O Tricolor recebe o Atlético-PR, às 18h30, na Arena, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. O Timão enfrenta o Patriotas, às 21h45, no La Independencia, pela Segunda Fase da Copa Sul-Americana.

      Pela 11ª rodada do Brasileirão o Grêmio tem pela frente o Palmeiras, no sábado, às 16h, em São Paulo. O Corinthians, por sua vez, recebe o Botafogo no domingo, às 16h, na Arena.

    • DESTAQUEO MAIOR PÚBLICO DO CAMPEONATO

      Público não pagante: 3.906
      Público pagante: 50.116
      Público total: 54.022
      Renda: 2.093.20

      • DESTAQUE
      • PRIMEIRO TEMPOGrêmio e Corinthians fizeram jus à expectativa de um duelo pintado com pompa de final antecipada durante a primeira etapa. Nem tanto pelo futebol vistoso esperado num embate deste quilate, é verdade, mas por colocar em prática as estratégias projetadas para o confronto. O Tricolor controlou a partida com 58% de posse de bola e impôs seu estilo de jogo de toques curtos e aproximação para tentar agredir o Timão. Que se defendeu bem e conseguiu esfriar o rival com passes em seu campo de defesa e boa dose de cera. Além de levar perigo.

        Entre chutes de longa distância e dificuldades para entrar nas áreas, Grêmio e Corinthians tiveram uma chance clara cada no primeiro tempo. O Timão levou perigo já aos 11 minutos, com Paulo Roberto. O volante invadiu a área a dribles e chutou cruzado, para boa defesa de Grohe. Depois, aos 23, Geromel recebeu cruzamento açucarado de Luan na pequena área, mas chutou para fora.

         

         

      • DESTAQUESEGUNDO TEMPOA tônica da partida se manteve inalterada para a segunda etapa. Mas aí, prevaleceu a frieza de um time que se acostumou a vencer mesmo sem controlar a bola. E com Paulo Roberto como protagonista improvável. Aos 6, o volante arrancou em velocidade pela esquerda, invadiu a área e cruzou na medida para Jadson, que emendou de primeira. A bola passou sob as pernas de Marcelo Grohe e se aninhou nas redes.

        A partir daí, o que era superioridade gremista virou pressão exacerbada em busca do gol. E, quem diria: Luan, o melhor do time – e talvez do país – acabou como protagonista negativo. O camisa 7 perdeu uma chance na cara do gol, após cruzamento de Pedro Rocha. Depois, ainda desperdiçou cobrança de pênalti, em dois lances defendidos por Cássio, o herói corintiano neste domingo.

         

      • DESTAQUE
      • QUEM PARA O TIMÃO?Mais líder do que nunca, a equipe de Fábio Carille chega ao 23º jogo de invencibilidade e amplia ainda mais sua arrancada histórica no Brasileirão, com 86% de aproveitamento após 10 rodadas. Não para por aí. Neste domingo, o Timão venceu pela primeira vez no estádio gremista, em seu segundo maior público da história. A Arena era o único estádio em que o Corinthians não havia vencido entre os palcos da Série A.

         

      • DESTAQUE
      • FIM DA INVENCIBILIDADEDo outro lado, o Grêmio se obriga a assimilar os efeitos de sua primeira derrota na Arena em 2017 após 18 jogos de invencibilidade. O Tricolor estava invicto, no estádio desde dezembro de 2016, quando foi batido, com time reserva, pelo Botafogo, na última rodada do Brasileirão.

         

      • DESTAQUE
      • O GOL DA VITÓRIACássio foi o herói do Timão neste domingo. Mas a vitória sobre o Grêmio tem ainda um protagonista improvável: Paulo Roberto. Substituto de Gabriel, o volante construiu a jogada do gol do triunfo, ao invadir a área em velocidade e servir Jadson, com uma assistência na medida.

         

        Fonte: ge

       

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *