CBF libera nova verba para clubes da Série C; Altos receberá 400 mil

A equipe piauiense está disputando a Série C do Brasileiro pelo segundo ano consecutivo e luta contra o rebaixamento na competição. Após nove jogos o Altos é atual vice-lanterna com sete pontos somados. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A CBF recebeu na tarde desta quarta-feira (8) os representantes dos clubes e federações participantes das Séries B e C do Campeonato Brasileiro. Em reunião realizada no Rio de Janeiro os dirigentes debateram o andamento das duas competições e discutiram sugestões para o desenvolvimento delas. Foram anunciadas suporte financeiro de mais de 8 milhões de reais para os 20 clubes que disputam a Série C do Brasileiro – total de 400 mil reais para cada um. O representante piauiense Altos será um dos beneficiados.

Foram anunciadas pela CBF importantes repasses financeiros aos clubes de ambas as divisões, além da implementação do árbitro auxiliar de vídeo (VAR) na segunda fase da Série C.

“A CBF sempre estará de portas abertas para ouvir nossos clubes. Este prédio não se chama Casa do Futebol Brasileiro à toa. É um lar para os clubes, para as federações. Tudo que pudermos fazer para ajudar nosso futebol a melhorar ainda mais, faremos”, disse o Presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues.

Vale lembrar que na temporada 2022 o Altos já colocou nos cofres cifras interessantes na temporada somado Copa do Nordeste, Copa do Brasil e seus avanços de fase além dos valores de renda da partida entre Altos x Flamengo pela Copa do Brasil, mais de R$ 3 milhões. Com todos esses valores o arrecado pelo Jacaré na temporada extrapola os R$ 7 milhões.

Este valor de R$ 400 mil é relativo à arrecadação de placas de publicidade (R$ 350 mil) de 2022 e um adiantamento de 2023, além de um auxílio da CBF na casa de R$ 50 mil para cada agremiação.

O aporte financeiro foi um pedido apresentado pelos clubes durante a reunião, que foi prontamente atendido pelo Presidente Ednaldo Rodrigues. O valor vem para ajudar as equipes no fechamento de seus orçamentos para o resto do ano, dado o contexto ainda como reflexo dos impactos financeiros da pandemia de Covid-19. No início da competição, a CBF disponibilizou uma quantia de R$ 250 mil para cada agremiação. Com isso, o aporte financeiro da competição chegou a um total de R$ 13 milhões.

Na mesma reunião, Ednaldo Rodrigues apresentou a ideia da implementação do árbitro auxiliar de vídeo (VAR) na Série C, a partir da segunda fase da competição. A sugestão foi aprovada pelos clubes e federações presentes e o custo da operação será integralmente arcado pela CBF.

A equipe piauiense está disputando a Série C do Brasileiro pelo segundo ano consecutivo e luta contra o rebaixamento na competição. Após nove jogos o Altos é atual vice-lanterna com sete pontos somados.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pâmella Maranhão com informações da CBF
Redacao@cidadeverde.com

%d blogueiros gostam disto: