Criminosos deixam vítima nu durante arrastão

Os suspeitos fizeram uma espécie de tocaia as margens da vicinal e interceptaram pelo menos cinco pessoas quando as mesmas retornavam da sede do Município para suas residências.

 

 

 

 

Pelos menos cinco pessoas foram assaltadas na terça-feira (28), por três homens usando arma de fogo em uma estrada vicinal que dá acesso ao povoado Lagoa do Piripiri, mais precisamente na altura da localidade Nazaré, zona rural de José de Freitas e na oportunidade uma das vítimas foi amarrado no matagal e deixado sem roupas pelos criminosos. As informações são da Revista Opinião.

Segundo informações extraoficiais, os suspeitos fizeram uma espécie de tocaia as margens da vicinal e interceptaram pelo menos cinco pessoas quando as mesmas retornavam da sede do Município para suas residências. Uma vítima foi Levada para dentro do mato, teve as mãos amarradas e pertences como dinheiro, celular e as próprias roupas do corpo roubadas, ficando despido e desesperado.

Uma guarnição do 16° BPM de José de Freitas, comanda pelo o Tenente Alberto, foi acionada e segundo o militar, ao chegar no local da ocorrência encontrou umas vítimas sem roupas, usando para uma camisa para se cobrir, e na oportunidade informou para a polícia que os ladrões tinham levado seus pertences e até suas vestes.

Os policiais militares realizaram verdadeira caçada no matagal e conseguiram localizar uma carteira contendo aproximadamente R$400 Reais e documentos, pertencente há uma das vítimas, que foi restituída para a proprietária. As vítimas não tiveram os nomes revelados, porém segundo informações, reside na localidade Morada Nova e Pau de Chapada, ambas zona rural de José de Freitas.

Ainda de acordo com o militar, com o pagamento dos benefícios do governo federal para população, os bandidos estão usando a estratégia de atacar os transeuntes durante o retorno pra casa. As cinco pessoas assaltadas nesta terça-feira 28, tiveram dinheiro e celulares subtraídos pelos assaltantes que fugiram antes de moto antes da chegada da polícia.

 

 

 

 

 

 

Phbcity.com