Em partida eletrizante, Atlético empata com Flamengo na abertura do Brasileirão

Em confronto com diversas oportunidades, Galo reage no segundo tempo após boa entrada de Cazares, iguala placar no Rio, mas desperdiça chance de virada

Campeões estaduais em 2017, Flamengo e Atlético abriram o Campeonato Brasileiro com clássico eletrizante neste sábado, no Maracanã. Em partida repleta de chances para ambos os lados, alvinegros e rubro-negros empataram por 1 a 1, diante do público de mais de 50 mil pessoas. O Galo teve muita dificuldade no primeiro tempo e saiu atrás: Matheus Sávio marcou para o Fla. Na segunda etapa, após ótima entrada de Cazares, a equipe de Roger Machado reagiu e igualou o placar no Rio de Janeiro, com Elias, em bela finalização.

Na segunda rodada do Brasileirão, o Atlético enfrenta o Fluminense, no próximo domingo, às 16h, no Independência. Antes, o Galo, já classificado, tem compromisso pela Copa Libertadores diante do Godoy Cruz, nesta terça-feira, às 21h, também no Horto. Já o Flamengo volta a campo pela Série A no sábado seguinte, contra o Atlético-GO, às 21h, no Serra Dourada.

Fla domina Galo ineficaz na primeira etapa

Com Maracanã lotado, o Flamengo partiu para o ataque no início do primeiro tempo, criou jogadas, mas não levou perigo ao Atlético. A equipe carioca tentou lançamentos para Guerrero, que acabou flagrado em impedimento em três oportunidades antes dos 20 minutos de jogo. Enquanto isso, o Galo manteve a consistência na marcação à espera de contra-ataques. Aos 23min, no entanto, a insistência do time rubro-negro com o atacante peruano foi premiada. Matheus Sávio avançou em velocidade pela ponta esquerda e cruzou para Guerrero, na grande área. O camisa 9 tentou de cabeça, mas não alcançou. A bola tocou no gramado e entrou diretamente no canto esquerdo de Victor: 1 a 0 para o Fla.

Apesar da maior posse de bola, o Atlético não conseguiu reagir após o gol marcado por Matheus Sávio. Com apenas Otero na criação, além de Elias com liberdade no meio-campo, o Alvinegro teve bastante dificuldade de construir as jogadas e acionar Fred e Robinho no ataque, principalmente devido aos desarmes preciosos de Márcio Araújo. A única finalização relevante do Galo foi em forte cobrança de falta do meia venezuelano, defendida por Muralha. Felipe Santana também tentou de cabeça, em levantamento de Otero para a área, e mandou sobre o travessão.

Com rápida troca de passes e lançamentos, o Flamengo ainda assustou o Atlético duas vezes nos minutos finais da etapa. Aos 43min, Berrío invadiu a área pela esquerda e tocou para Guerrero. Felipe Santana se atrapalhou no momento do corte, e o peruano finalizou com bastante perigo, rente à trave esquerda de Victor. Nos acréscimos, outra ótima jogada de Berrío: o colombiano disparou pela ponta direita, deu caneta em Gabriel e optou novamente pelo passe ao centroavante ao invés da conclusão. Carlos César chegou rapidamente no meio da área, tirou de carrinho, e Felipe Santana afastou em definitivo

 

Fonte: superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *