Enchentes: Famílias atingidas pelas chuvas no Piauí

Bombeiros e Defesa Civil atuam na retirada de famílias atingidas pelas chuvas no Piauí

As cidades de Barras, Batalha e Esperantina foram atingidas pelas fortes chuvas no último fim de semana. Kits de ajuda humanitária já foram enviados.

 

Famílias atingidas pelas chuvas são retiradas das casas em Barras — Foto: Divulgação/GAV

O governador Wellington Dias determinou nesta segunda-feira (23) que o Corpo de Bombeiros envie reforço para atuar junto com a Defesa Civil e as municipais nas cidades de Barras, Batalha e Esperantina, que foram atingidas pelas fortes chuvas no último fim de semana. Kits de ajuda humanitária já foram enviados às cidades e para as famílias da região.

De acordo com o secretário de Defesa Civil, Geraldo Magela, os rios Maratoan e Longá estão acima da cota de inundação e as famílias estão sendo retiradas das áreas de risco. “A Defesa Civil já enviou kits de ajuda humanitária e solicitou que as famílias sejam alojadas separadamente, ou seja, cada uma em um local diferente, para que não haja a proliferação de doenças, principalmente a Covid-19”, informou.

Situação em Barras

Rio Marathaoan, em Barras, no Norte do Piauí, subiu acima da cota de inundação — Foto: TV Clube

Rio Marathaoan, em Barras, no Norte do Piauí, subiu acima da cota de inundação — Foto: TV Clube

Na cidade de Barras, o nível do rio Marathaoan continua com o nível elevado. Na estação localizada na cidade foi registrada a cota de 5,45 m às 16h45 de domingo (22), e com previsão de elevação do nível para a cota em torno de 5,51 m nas próximas 8h, portanto 1,31 cm de lâmina de inundação.

De acordo o Grupo de Apoio Voluntário (Gav), um idoso de 78 anos teve que ser retirado da sua casa que foi alagada. Equipes tiveram que montar operação para retirá-lo, pois o homem era acamado.

Nível dos rios

De acordo com o Serviço Geológico do Brasil (CPRM), a cota do rio Longá em Esperantina é de 8,60 m, 1,20 m acima da cota de inundação e devido as precipitações ocorridas na bacia o nível apresenta tendência de continuar se elevando.

Ainda de acordo com o boletim emitido Serviço Geológico do Brasil (CPRM), houve uma redução do nível do rio Poti em Teresina nas últimas 24 horas, regrediu 75 cm. A cota atual é de 8,57 m, portanto, 43 cm abaixo da cota de alerta. A tendência nas próximas horas é que o rio continue a reduzir seu nível nas próximas 10 horas.

G1-Pi

Phbcity.com