Ex-prefeito de Parnaíba assume Sesapi com desafio de otimizar atendimento no interior

HU vai receber centro de ortopedia para diminuir demanda do HUT e uma reunião vai planejar a reforma do Hospital Dirceu Arcoverde, em Parnaíba.

 O ex-prefeito de Parnaíba, Florentino Neto, assumiu esta semana o comando da Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi) e, segundo ele, um dos grandes desafios de sua gestão será a melhoria dos hospitais regionais no interior do estado. Um exemplo preocupante são os hospitais que recebem pacientes de outros estados, como o Hospital Dirceu Arcoverde (Heda), em Parnaíba, que atende a 20 municípios dos estados vizinhos Maranhão e Ceará, além de 11 cidades do Piauí.

Conforme o secretário, está sendo planejada uma reforma para o Heda e para o Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano. Em Picos, já está sendo executada a ampliação do Hospital Justino Luz, em Picos. “Para este ano, estamos programando implantar 40 leitos de UTI no estado, sendo que 20 já estão licitados e 20 serão submetidos à licitação”, informou. Segundo Florentino Neto, o objetivo é a descentralização da saúde, visando atender a população mais de perto e evitar o deslocamento para Teresina.

Embora a maioria dos municípios atendidos pelo Hospital Dirceu Arcoverde sejam de estados adjacentes, os recursos para financiar os serviços são fornecidos integralmente pelo Piauí, o que afeta de forma direta a rapidez na aplicação de melhorias. Contudo, o secretário de saúde destacou ao Bom Dia Piauí que apesar dessa dificuldade serão empreendidas medidas para melhorar o atendimento no hospital.

Ações na capital

Florentino Neto revelou, também, que existe uma discussão com o estado do Maranhão para financiar os hospitais da capital, mas os valores são insignificantes. As medidas de aperfeiçoamento para a situação do Hospital de Urgências de Teresina vão contar com a união entre o governo do estado e a prefeitura de Teresina.

“Será implantado um serviço de ortopedia no Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (UFPI) para desafogar e diminuir a demanda do HUT e também serão construídos novos centros cirúrgicos no Hospital da Polícia Militar para atender um maior número de cirurgias ortopédicas”, salientou o secretário.

Fonte:G1PI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *