Governador do Piauí decreta Calamidade Pública

No documento, o governo restringe o funcionamento do comércio e shoppings. Decreto segue para votação na Assembleia Legislativa do Piauí.

 

 

O governador Wellington Dias (PT) assinou, nesta quinta-feira (19/03), decreto reconhecendo situação de calamidade no Piauí, em razão da emergência em saúde provocada pela pandemia de coronavírus.

Em entrevista coletiva no Palácio de Karnak, após reunião com o prefeito Firmino Filho (PSDB), secretários de Estado, e o presidente da Associação Piauiense de Municípios, Jonas Moura, Dias anunciou uma série de medidas restritivas para reduzir a circulação de pessoas, e assim evitar a proliferação da infecção por Covid-19 no estado.

Entre as medidas está a suspensão das atividades comerciais, inclusive dos shoppings centers, e de atividades em cinemas, clubes, academias, boates, teatros, casas de espetáculo e clínicas de estética, além de eventos esportivos.

Em relação aos bares e restaurantes, estabelecimentos deverão reorganizar as mesas para garantir distância mínima de 2 metros entre as pessoas.

A fiscalização de trânsito será intensificada e as divisas do estado serão bloqueados, evitando a entrada de pessoas de outras regiões.

Também devem ser suspensas as atividades de saúde bucal/odontológica, públicas e privadas, exceto às relacionadas ao atendimento de urgência e emergência.

Fonte: Ascom