Homem é preso pela PRF em Parnaíba

Homem é preso pela PRF por descumprir regras da Prisão Domiciliar em Parnaíba

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu um homem acusado de diversos crimes que estava descumprindo as regras de prisão domiciliar. O homem de 42 anos responde por diversos crimes dentre eles: Formação de Quadrilha, Porte ilegal de Arma de Fogo de uso restrito, Roubo, Homicídio e Assalto. A Prisão domiciliar havia sido concedida pela Vara de Execuções Penais da cidade de Teresina/PI em 04/06/2020 e tinha como prazo pra retorno 01/09/2020.
O homem de 42 anos responde por diversos crimes dentre eles: Formação de Quadrilha, Porte ilegal de Arma de Fogo de uso restrito, Roubo, Homicídio e Assalto. Ele foi abordado em uma motocicleta na condição de passageiro que era conduzida por um homem de 38 anos que responde por Roubo.
O homem de 42 anos responde por diversos crimes dentre eles: Formação de Quadrilha, Porte ilegal de Arma de Fogo de uso restrito, Roubo, Homicídio e Assalto. Ele foi abordado em uma motocicleta na condição de passageiro que era conduzida por um homem de 38 anos que responde por Roubo.
O flagrante foi registrado durante fiscalização na tarde deste sábado, 22, na BR 343, em Parnaíba/PI ao abordarem a motocicleta HONDA/CG 125 FAN KS, para verificação. Ao dar ordem de parada, o condutor da moto, um homem de 38 anos, empreendeu fuga, sendo necessário o acompanhamento tático. Após a abordagem, os policiais verificaram que o condutor, possuía passagem por Roubo e, ao verificarem a documentação do passageiro, os policiais verificaram que o homem estava descumprindo as medidas de prisão domiciliar concedida pela Vara Vara de Execuções Penais da cidade de Teresina/PI. A prisão havia sido concedida no dia 04/06/2020 e tinha como prazo pra retorno 01/09/2020. O homem é considerado de alta periculosidade por cometimento de diversos crimes nos estados do Piauí e Ceará.
Diante dos fatos, o homem foi detido e encaminhado à Central de Flagrantes na cidade de Parnaíba/PI para a adoção das medidas cabíveis.
Fonte: Nucom/PRF-PI