Justiça cassa mandatos de prefeito e vice de São João do Piauí e torna deputado estadual inelegível

Decisão deixou inelegíveis o prefeito Gil Carlos, o vice-prefeito Dante Ferreira, o deputado estadual Francisco Lima; o ex-presidente da Fundespi Vicente Sobrinho; e o ex-diretor do DER, José Araújo Dias.

 

 

A Justiça Eleitoral cassou os mandatos do prefeito Gil Carlos Modesto e do vice-prefeito Dante Ferreira, da cidade de São João do Piauí e os declarou inelegíveis pelos próximos oito anos. Além deles, um deputado estadual e dois gestores estaduais também envolvidos no processo também foram declarados inelegíveis por oito anos.

De acordo com a decisão, expedida pelo juiz eleitoral da 20ª zona eleitoral, Maurício Machado Queiroz Ribeiro, o magistrado reconheceu prática de abuso de poder político e econômico em decorrência do uso da máquina estadual para favorecer candidaturas em 2016.

Os ocupantes das pastas que repassaram recursos ao município na época também foram considerados inelegíveis. São eles o deputado estadual Francisco Limma, na época Secretário de Desenvolvimento Rural; o então presidente da Fundespi (Fundação de Desenvolvimento do Piauí), Vicente Sobrinho; e o à época diretor do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), José Araújo Dias.

Apesar da decisão, prefeito e vice-prefeito permanecem no cargo. A assessoria jurídica do deputado Francisco Lima disse que vai recorrer da decisão.

]Fonte: G1-PI

%d blogueiros gostam disto: