Ministro da Educação anuncia saída do cargo.

Deixará MEC após sequência de crises com outras instituições. Nos últimos meses, ofendeu chineses e chamou ministros do STF de ‘vagabundos’.

Abraham Weintraub, anunciou nesta quinta-feira (18) que deixará o cargo. A informação foi dada em um vídeo publicado pelo próprio Weintraub, em que o ministro aparece ao lado do presidente Jair Bolsonaro e lê um texto de despedida. O nome do substituto não foi informado.

“Sim, desta vez é verdade. Eu estou saindo do MEC e vou começar a transição agora. Nos próximos dias, eu passo o bastão para o ministro que vai ficar no meu lugar, interino ou definitivo”, diz Weintraub.

Reação de Alguns Deputados sobre a saída do Ministro

PSDB

O ex-ministro da Educação já vai tarde. Com Abraham Weintraub como titular da pasta nos acostumamos a agressões gratuitas, desprezo ao bom senso, ofensas às instituições e descuidos com o português, enquanto temas fundamentais como combate ao analfabetismo, gargalos do ensino médio e dificuldades na formação superior pareciam ter ficado em terceiro ou quarto plano.
Weintraub nunca se portou como um ministro, mas como um provocador barato em nome de uma ideologia autoritária e obscura. Que o próximo nome esteja à altura dos desafios do cargo, que são imensos e fundamentais para o desenvolvimento do Brasil.

Deputada Joice Hasselmann (PSL-SP)

Joice Hasselmann ANTI BOLSOLULA@joicehasselmann

CAIU.
Agora é oficial!@AbrahamWeint deixa o governo @jairbolsonaro .
.
Saída arranjada:
Vai ganhar cargo no Banco Mundial (ainda a confirmar).53516:06 – 18 de jun. de 2020Informações e privacidade no Twitter Ads192 pessoas estão falando sobre isso

Deputado Tiago Mitraud (Novo-MG)

Tiago Mitraud@TiagoMitraud

Finalmente cai Weintraub, ministro-síntese do Bolsonarismo:

Jogar p a plateia, lutar contra moinhos de vento, priorizar polêmicas, vitimizar-se sempre, melhorar a educação nunca

Que Bolsonaro não triplique a aposta, escolhendo novamente um ministro ainda pior. Se é q é possível34816:37 – 18 de jun. de 2020Informações e privacidade no Twitter Ads63 pessoas estão falando sobre isso


Presidente do PTB, Roberto Jefferson

Roberto Jefferson@blogdojefferson

Uma pena que Abraham Weintraub esteja deixando o Ministério da Educação. Ele enfrentou com muita bravura, coragem e inteligência a esquerda que infesta as áreas universitária e cultural. Que possa continuar sua luta em outra trincheira, mas sempre incomodando a esquerdalha.

Deputada Carla Zambelli (PSL-SP)

Bora subir, beep, beep… https://twitter.com/CarlaZambelli38/status/1273426566421381121 …Carla Zambelli✔@CarlaZambelli38Me faltam palavras……

“Combateu o bom combate, guardou a fé. A coroa da justiça lhe está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, lhe dará naquele Dia”.

Siga de cabeça erguida, como o grande homem que é.

Em uma gestão marcada por discursos contra políticas afirmativas, Abraham Weintraub deixa o governo tomando como última medida a revogação de uma portaria que estabelecia a obrigatoriedade de cotas para negros, indígenas e pessoas com deficiência na pós-graduação. A portaria revogada por Weintraub havia sido criada em 2016 e determinava que universidades criassem planos para incluir essas minorias em programas de mestrado e doutorado. A partir de hoje (18), essa medida deixou de valer.

Redação – Phbcity.com