Moscou inicia isolamento

Premiê fez uma advertência sobre a possibilidade de impor regras de isolamento para controlar o avanço da pandemia de Covid-19.

 

 

A capital russa, Moscou, iniciou nesta segunda-feira (30) o primeiro dia de confinamento por tempo indeterminado enquanto todo o país se prepara para seguir seus passos. O primeiro-ministro Mikhail Mishustin fez uma advertência sobre a possibilidade de impor regras de isolamento para todo o país para controlar o avanço da pandemia de Covid-19.

Os moradores de Moscou estão autorizados a sair de casa apenas por uma emergência médica, para ir até o trabalho em caso de necessidade, ao supermercado ou à farmácia, anunciou o prefeito Serguei Sobyanin no domingo (29).

Eles também podem retirar o lixo de casa e passear com os cães, em um raio de 100 metros ao redor de suas residências. Medidas similares foram decretadas para a região metropolitana da capital.

No momento de maior tráfego durante a manhã, muitas ruas do centro da cidade estavam praticamente desertas, com poucos veículos privados circulando pela capital.

Preparação para isolamento

O primeiro-ministro Mishustin pediu aos habitantes das outras regiões do país que também se preparem para um confinamento, de acordo com a France Presse. A Rússia registrou oficialmente 1.534 casos de contágio e oito mortes.

“Peço às autoridades das regiões russas que prestem atenção na experiência de seus colegas [de Moscou e sua região] e se preparem para a possibilidade de adotar medidas similares”, declarou Mishustin.

Fechamentodefronteira

A partir desta segunda (horário local), as fronteiras russas por estrada, ferrovias e marítimas estão fechadas para evitar a propagação do Sars-Cov-2.

G1

Phbcity.com