Paulo Sousa recebe apoio após Jorge Jesus se oferecer ao Flamengo, Mourinho e mais 30.

Treinador recebe inúmeras manifestações de profissionais de diferentes nacionalidades.

 

 

 

 

 

 

 

 

O flerte unilateral de Jorge Jesus com o comprometido Flamengo na quinta-feira trouxe grandes impactos, e o maior atingido foi Paulo Sousa. O atual comandante rubro-negro ficou negativamente surpreendido com a investida do compatriota em situação que nunca vivera na carreira.

Pessoas de dentro do Flamengo tentaram encontrar adjetivos, como “chocado” ou “estupefato”, para precisar o tamanho da decepção de Paulo com as frases de Jorge Jesus, que, além de revelar o desejo de voltar ao Rubro-Negro e estabelecer prazo para negociação até o próximo dia 20, fez críticas a certos métodos adotados pelo colega.

O jornalista Renato Maurício Prado, colunista do UOL, publicou as declarações dadas por Jorge Jesus enquanto assistiam juntos ao empate por 2 a 2 entre Talleres e Flamengo, na quarta-feira.

A atitude de Jesus, porém, trouxe em contrapartida um movimento de solidariedade em relação a Paulo Sousa, incluindo o mais importante dos treinadores portugueses. No dia em que se classificou para a final da Liga Conferência com a Roma, José Mourinho enviou mensagem de apoio ao atual técnico rubro-negro.

Não só Mourinho entrou em contato no mundo do futebol. Mais de 30 pessoas, entre treinadores, jogadores e dirigentes de clubes escreveram para Paulo Sousa. Portugueses, brasileiros e argentinos eram algumas das nacionalidades dos remetentes das mensagens.

Como foi um meio-campista de sucesso em seus tempos de jogador, com dois títulos de Champions League de forma consecutiva (1996 e 1997), e até pouco tempo dirigia a seleção polonesa, Paulo recebeu contatos de representantes de diferentes gerações.

Até mesmo profissionais do Benfica procuraram Paulo Sousa e seu staff para manifestar incredulidade com as frases de Jorge Jesus, que deixou o clube português em dezembro.

Não só os portugueses em ação na Europa, mas os que aqui militam também não receberam bem as palavras de Jesus. Abel Ferreira e Vitor Pereira, citados por Jesus na conversa divulgada pelo UOL, foram dois dos que não gostaram.

A decepção de Paulo aumenta porque ele sempre fez questão de tratar Jesus respeitosamente. Em sua apresentação como treinador do Flamengo, em 10 de janeiro, qualificou a passagem do compatriota pela Gávea como extraordinária.

– Sem dúvidas fez um trabalho extraordinário. Tem uma carreira extraordinária e enriquece ainda mais a qualidade do treinador português. Não só ele, mas técnicos ao redor do mundo que demonstram essa mesma capacidade. Vamos impor e dar continuidade a tudo que está sendo feito neste clube – disse Paulo na ocasião.

O dia de folga não foi nada calmo no Flamengo com as declarações de JJ, que decepcionou profissionais de diferentes áreas com o timing e as palavras escolhidas. Houve trabalho intenso em diferentes áreas do clube, seja para gerir a turbulência provocada pelas palavras ou apenas para discutir planejamento para as próximas rodadas.

Flamengo treina nesta sexta-feira de olho no clássico de domingo, contra o Botafogo, às 11h, em Brasília, pela quinta rodada do Brasileiro. E Paulo Sousa segue como o principal condutor das ações rubro-negras visando aos próximos compromissos. Está respaldado pela diretoria, que nem cogita uma troca no comando por ora.

Por: Fred Gomes

%d blogueiros gostam disto: