Polícia civil prendeu suspeito de liderar facção e assassinar corretor de veículos em Teresina

Guilherme foi o único homem que continuou foragido após a realização da operação Codinome 40, realizada em junho de 2021 contra suspeitos de diversos crimes.

 

 

 

 

 

 

 

 

A Polícia Civil do Piauí prendeu nesta quarta-feira (25) Guilherme de Morais Duarte, conhecido também como Guigui e Shenlong. Segundo o Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), ele é suspeito de envolvimento no assassinato do corretor de veículos Francisco Ismael Rodrigues Soares, 37 anos.

A polícia informou que Guilherme foi preso em um imóvel no Parque Sul, Zona Sul da capital. No local foi apreendido um veículo, uma pistola calibre ponto 40 e uma porção de droga. Contra ele, havia dois mandados de prisão.

“Guigui é apontado como liderança de orcrim [organização criminosa] com atuação no Maranhão e Piauí e tem vasto histórico criminal nos dois estados. O investigado foi atuado em flagrante delito por posse irregular de arma de fogo e posse de drogas”, informou a polícia em nota.

Codinome 40

Guilherme foi o único homem que continuou foragido após a realização da operação Codinome 40, realizada em junho de 2021 contra suspeitos de diversos crimes.

O nome da operação faz referência à facção Bonde dos 40, que os investigados integravam, segundo o Greco. Eles são acusados crimes de lavagem de dinheiro, tráfico de entorpecentes e homicídios.

A operação foi realizada após investigações do assassinato do corretor de veículos Francisco Ismael Rodrigues Soares, ocorrido dia 2 de dezembro de 2020, na Zona Sul de Teresina.

De acordo com a polícia, o corretor trabalhava para a organização criminosa e ajudava nos crimes de lavagem de dinheiro através da compra e venda de veículos.

O corretor movimentou mais de R$ 2 milhões no esquema antes de ser assassinado em uma concessionária na Zona Sul de Teresina. A motivação do crime não foi divulgada.

Por g1 PI

%d blogueiros gostam disto: