River e Fluminense já estão fora da Copa São Paulo

Um segue e outro volta

 

 

 

 

 

Léo mergulha de cabeça e faz o gol do empate do Resende

Resende e River-PI realizaram na noite desta segunda-feira, em São José dos Campos, um duelo direto pela classificação à segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Só um poderia seguir, e o empate por 1 a 1 selou a vaga do Resende para a próxima fase. Com gols no segundo tempo, a partida teve um desenho dramático do começo ao fim. Pedrinho colocou o time do Piauí à frente do placar – resultado que dava a vaga ao Galo. Porém, um peixinho de Léo colocou o Resende dentro da zona de classificação para o mata-mata da Copinha.

PRIMEIRO TEMPO

Apesar do River-PI precisar do resultado, o Resende que partiu para cima no início da partida. O time carioca soube trabalhar as jogadas e envolveu a equipe piauiense. O Tricolor começou a ter mais posse de bola e começou a ameaçar a defesa adversária.

Pelezinho, atacante, e Maranhão, meia, tiveram chances de abrir o placar para o Galo, mas desperdiçaram. Aos 29, o Resende marcou com Léo Pedro, mas o assistente viu impedimento, e o gol foi anulado. No final da primeira, o destaque ficou para o goleiro Pedro Lucas, do River-PI, que salvou o time em duas oportunidades.

SEGUNDO TEMPO

Na etapa final, a partida foi na base do drama. Ambas as equipes priorizaram as ações ofensivas. O treinador Nildo Araújo, do River-PI, fez mudanças que causaram efeito positivo no Galo, e foi do banco que saiu o autor do gol do time piauiense: Pedrinho, aos 20, se aproveitou da bola desviada e finalizou entre as pernas do goleiro Pedro. Mas o Resende não se abateu com o gol, oito minutos depois, em uma bola aérea, o atacante Léo Pedro cabeceou de peixinho para deixar tudo igual.

E AGORA?

O Corinthians encerrou a fase de grupos como líder. O Timão vai pegar o Ituano, segundo colocado do Grupo 16. O Resende, confirmando a segunda colocação, terá o Fortaleza pela frente no mata-mata. Na próxima fase, é jogo único. Quem perde, volta para casa. O River-PI encerrou sua participação na Copinha com dois pontos em três partidas, não venceu nenhuma.

Fluminense-PI x Bragantino

Bragantino espanta a zebra da eliminação, bate o Fluminense-PI e pega o Cruzeiro na 2ª fase da Copinha
Depois de perder para o ABC na 2ª rodada, Massa Bruta era obrigado a vencer para não ser eliminado. Com a derrota, Tricolor do Piauí se despede da Copa São Paulo. ABC passa em primeiro lugar da chave

 

Bragantino conseguiu classificação para a segunda fase da Copa São Paulo de Futebol ao vencer, por 1 a 0, o Fluminense-PI, na tarde desta segunda-feira, em Jaguariúna, no estádio Alfredo Chiavegato, pela terceira rodada da Copinha. Depois do tropeço anterior, quando perdeu para o ABC, o Massa Bruta era obrigado a vencer para não ser eliminado logo na fase de grupos da Copinha. O gol de Whallyson Ribeiro, aos 26 minutos do primeiro tempo, tirou esse peso das costas, e agora o Bragantino pega o Cruzeiro no mata-mata.

E AGORA?

Com seis pontos, o Bragantino selou a classificação para a próxima fase da Copinha e encerrou em segundo lugar do Grupo 19. O ABC venceu o Jaguariúna por 3 a 0 e, com sete pontos, liderou a chave.

Os rivais da segunda fase vão vir do Grupo 20, que já conta com o Cruzeiro classificado como primeiro colocado. Ou seja, o duelo Cruzeiro x Bragantino está fechado.

Itapirense, Retrô e Palmas ainda brigam pela outra vaga. Lá, a definição sai na terça-feira quem vai pegar o ABC

PRIMEIRO TEMPO

No início da partida, o Fluminense-PI era até superior. Tinha mais posse de bola, propôs mais o jogo e ocupava o campo de defesa do Bragantino. Mas no decorrer da partida, o Massa Bruta começou a sair e construir jogadas, principalmente, pelas laterais de campo, com Chumbinho e Davi.

Até que aos 26 minutos, em uma jogada ensaiada, o lateral Juliano bateu de longe, o goleiro Sebastião espalmou para frente, a zaga do Flu-PI bobeou, e a bola acabou nos pés de Whallyson, para abrir o placar.

SEGUNDO TEMPO

Na segunda etapa, ocorreu o esperado. Precisando marcar, o Fluminense-PI saiu mais para o jogo. Ruan e Diego tiveram chances de fazer o empate, mas desperdiçaram. A blitz tricolor durou pouco. O Bragantino acabou equilibrando a partida com o passar do tempo do jogo, muito satisfeito com o 1 a 0.

A partida chegou a ficar apática, com ambas as equipes finalizando pouco. O Fluminense-PI, que precisava do empate para se classificar, pouco ameaçava a meta do goleiro Jorge. Com o jogo chegando ao fim, a equipe piauiense foi ficando nervosa, e por consequência, cometendo erros. O Bragantino acabou administrando o resultado construído na primeira etapa e saiu com a vitória.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Por: ge-Pi

%d blogueiros gostam disto: